Explore Ii 1185, 1185 1223 and more!

Explore related topics

D. Afonso II  (1185-1223) -  "O Gordo", "O Gafo" ou "O Crasso" – Gafo significa “leproso” - 3º Rei de Portugal. D. Afonso II era filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão. Casou com D. Urraca em 1206, filha de D. Afonso VIII de Castela. Está sepultado em Alcobaça. Começou a governar em 1211 até 1223. D. Afonso II foi um homem doente. Tinha 14  anos quando sofreu uma crise tão grave que  considerou-se milagre o facto de não morrer, milagre este atribuído a Santa Senhorinha de Basto.

D. Afonso II (1185-1223) - "O Gordo", "O Gafo" ou "O Crasso" – Gafo significa “leproso” - 3º Rei de Portugal. D. Afonso II era filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão. Casou com D. Urraca em 1206, filha de D. Afonso VIII de Castela. Está sepultado em Alcobaça. Começou a governar em 1211 até 1223. D. Afonso II foi um homem doente. Tinha 14 anos quando sofreu uma crise tão grave que considerou-se milagre o facto de não morrer, milagre este atribuído a Santa Senhorinha de Basto.

Rainha de Portugal, filha de D. Afonso VII de Castela, casou em 1208/9 com o  futuro rei de Portugal, D. Afonso II.  O enlace não decorreu de modo pacífico, já que o bispo do Porto, D. Martinho Rodrigues, considerando que os noivos eram primos direitos, recusou-se a participar nas cerimónias e a recebê-los na cidade do Porto, provocando deste modo uma acesa cadeia de lutas entre o clero e o rei. Filhos: Urraca de Castela (1186-1220): Sancho II de Portugal (1209-1248) - (cont.1)

Rainha de Portugal, filha de D. Afonso VII de Castela, casou em 1208/9 com o futuro rei de Portugal, D. Afonso II. O enlace não decorreu de modo pacífico, já que o bispo do Porto, D. Martinho Rodrigues, considerando que os noivos eram primos direitos, recusou-se a participar nas cerimónias e a recebê-los na cidade do Porto, provocando deste modo uma acesa cadeia de lutas entre o clero e o rei. Filhos: Urraca de Castela (1186-1220): Sancho II de Portugal (1209-1248) - (cont.1)

D. SANCHO I (1154-1211) - O POVOADOR - filho de D. Afonso Henriques e de D. Mafalda de Saboia. Casou com D. DULCE de Aragão (1185-1211) em 1174. Após o incidente de Badajoz, a carreira militar de D. Afonso Henriques praticamente terminou. A partir daí, dedicou-se à administração dos territórios com a co-regência do seu filho D. Sancho. Este, procurou aliados dentro da Península Ibérica, em particular o reino de Aragão, um inimigo de Castela; foi o 1º país a reconhecer Portugal.

D. SANCHO I (1154-1211) - O POVOADOR - filho de D. Afonso Henriques e de D. Mafalda de Saboia. Casou com D. DULCE de Aragão (1185-1211) em 1174. Após o incidente de Badajoz, a carreira militar de D. Afonso Henriques praticamente terminou. A partir daí, dedicou-se à administração dos territórios com a co-regência do seu filho D. Sancho. Este, procurou aliados dentro da Península Ibérica, em particular o reino de Aragão, um inimigo de Castela; foi o 1º país a reconhecer Portugal.

Afonso VI Rei de Leão e Castela - Séc. XII - Catedral de Santiago. -  Afonso VI terá casado cinco vezes (Inês da Aquitânia -  Constança da Borgonha -  Berta - Zaida foi a concubina (?) e não a esposa - Beatriz de Poitier - para além de ter tido diversas ligações extra-matrimoniais entre elas,  ligação ilegítima com Ximena Moniz (c. 1060-1128) dela teve 2 filhas: : Elvira Afonso (ca. 1079-1151 e TERESA DE LEÃO  (1080- 1130).

Afonso VI Rei de Leão e Castela - Séc. XII - Catedral de Santiago. - Afonso VI terá casado cinco vezes (Inês da Aquitânia - Constança da Borgonha - Berta - Zaida foi a concubina (?) e não a esposa - Beatriz de Poitier - para além de ter tido diversas ligações extra-matrimoniais entre elas, ligação ilegítima com Ximena Moniz (c. 1060-1128) dela teve 2 filhas: : Elvira Afonso (ca. 1079-1151 e TERESA DE LEÃO (1080- 1130).

Armas de D. Afonso II - Os 1ºs anos de reinado foram marcados por violentos conflitos internos entre Afonso II e as suas irmãs Mafalda, Teresa e Sancha (a quem seu pai legara em testamento, sob o título de rainhas, a posse de alguns castelos no centro do país -Montemor-o-Velho, Seia e Alenquer -, com as respectivas vilas, termos, alcaidarias e rendimentos), numa tentativa de centralizar o poder régio, o que foi resolvido apenas com o confisco dos bens e exílio para Castela ou (cont.1)

Armas de D. Afonso II - Os 1ºs anos de reinado foram marcados por violentos conflitos internos entre Afonso II e as suas irmãs Mafalda, Teresa e Sancha (a quem seu pai legara em testamento, sob o título de rainhas, a posse de alguns castelos no centro do país -Montemor-o-Velho, Seia e Alenquer -, com as respectivas vilas, termos, alcaidarias e rendimentos), numa tentativa de centralizar o poder régio, o que foi resolvido apenas com o confisco dos bens e exílio para Castela ou (cont.1)

Godofredo de Bouillon duque de la Baja Lorena, hijo de Eustaquio, conde de Bolonia y de Ida, hija de Godofredo el Barbudo, se convirtió en uno de los primeros nobles en tomar la cruz, respondiendo al llamado del Papa Urbano II y dispuesto a partir hacia Tierra Santa. Godofredo fue el verdadero campeón de la Cruzada, ya que logró, junto a su ejército, la conquista de Jerusalem (la Tierra Santa).

Godofredo de Bouillon duque de la Baja Lorena, hijo de Eustaquio, conde de Bolonia y de Ida, hija de Godofredo el Barbudo, se convirtió en uno de los primeros nobles en tomar la cruz, respondiendo al llamado del Papa Urbano II y dispuesto a partir hacia Tierra Santa. Godofredo fue el verdadero campeón de la Cruzada, ya que logró, junto a su ejército, la conquista de Jerusalem (la Tierra Santa).

Iluminura de Godofredo de Bulhão, no Livro do Armeiro-Mor (1509). Arquivo Nacional Torre do Tombo - Livro do Armeiro-Mor - GODOFREDO DE BOLHÃO-(Bolonha1058 -1100 Jerusalém) ou (Godefroy de Bouillon, em francês) - um dos líderes da Primeira Cruzada e o 1º soberano do Reino Latino de Jerusalém,  apesar de recusar o título de rei “não queria ter na cabeça uma coroa de ouro onde Jesus tivera uma de espinhos”.

Iluminura de Godofredo de Bulhão, no Livro do Armeiro-Mor (1509). Arquivo Nacional Torre do Tombo - Livro do Armeiro-Mor - GODOFREDO DE BOLHÃO-(Bolonha1058 -1100 Jerusalém) ou (Godefroy de Bouillon, em francês) - um dos líderes da Primeira Cruzada e o 1º soberano do Reino Latino de Jerusalém, apesar de recusar o título de rei “não queria ter na cabeça uma coroa de ouro onde Jesus tivera uma de espinhos”.

D. Afonso I ou D. AFONSO HENRIQUES - 1º REI DE PORTUGAL " O Conquistador " - (1111-1185). Casou com D. Mafalda de Sabóia.

D. Afonso I ou D. AFONSO HENRIQUES - 1º REI DE PORTUGAL " O Conquistador " - (1111-1185). Casou com D. Mafalda de Sabóia.

Pinterest
Search